30/07/2017

XVII DOMINGO DO TEMPO COMUM | ANO A

"Jesus é nosso tesouro, nossa alegria! E servir a Ele nos irmãos é o sentido da vida do cristão."

XVII DOMINGO DO TEMPO COMUM | ANO A

17º DOMINGO DO TEMPO COMUM

30 DE JULHO

 

1ª leitura: 1Rs 3,5.7-12

2ª leitura: Rm 8,28-30

Evangelho: Mt 13,44-52

 

A sabedoria que Salomão pediu ao Senhor para poder governar bem o povo é um bem que vale mais que as riquezas, a vida longa, a fama e o poder. É uma graça muito necessária para todos nós, para sabermos encontrar os caminhos de Deus, para sermos justos e não nos deixar guiar pelas paixões. É um dos dons do Espírito Santo, recebidos no batismo, e que nos obtém um coração dócil, atento e disposto a fazer da vontade de Deus o nosso projeto de vida.

O Pai Celeste acompanha nossa caminhada com um amor providencial. Ele faz tudo concorrer para o nosso bem (2ª leitura). Não existem situações, por mais difíceis que sejam, que possam impedir sua bondade de realizar seu plano misericordioso em nossa história pessoal. Sem mérito algum nosso, fomos escolhidos e recebemos a santificação e a redenção que nos livrou do pecado. Daí nasce a esperança de que Deus jamais deixará de estar presente em nossa vida com seu apoio e sua graça. Isso nos faz viver no otimismo, sem nos deixar vencer pelas contrariedades.

O Reino dos céus é como um tesouro. Quem o encontra, tem a vida completamente transformada, experimenta uma reviravolta em sua vida. Achou a coisa mais importante, pela qual vale a pena vender todos os bens e desapegar-se de tudo. Depois da compra, tem a sensação de possuir o bem verdadeiro.

Encontrar um tesouro é grande alegria. Esta é o primeiro tesouro que a pessoa ganha: a alegria que o Evangelho concede, a “alegria do Evangelho”. Ele nos mostra o mapa do tesouro.

O Senhor Jesus, o seu Reino... é o nosso tesouro? Nós o sentimos como a fortuna maior, diante da qual nada é mais importante? Fico cheio de alegria quando deixo tudo, renuncio ao que me pertence, para abraçar o tesouro que vem de Deus?

Podemos pensar em tantos exemplos de pessoas que deixaram tudo por uma vocação a que se sentiram chamadas para servir. Jesus é nosso tesouro, nossa alegria! E servir a Ele nos irmãos é o sentido da vida do cristão.

Jesus é também o ponto de referência na hora do julgamento. No final da historia, haverá a grande separação entre bons e maus, que neste mundo vivem lado a lado. A verdade será manifestada e serão premiados os que souberam, com o discernimento do Espírito, descobrir entre as coisas do mundo o valor inestimável do Reino e por ele renunciaram aos bens passageiros.

Somos convidados a verificar se sabemos buscar e pedir o que é realmente mais importante em nossa vida, ou seja, se estamos de fato buscando o Reino de Deus.

A Palavra de Deus nos ensina a buscar as coisas mais necessárias: o discernimento entre o bem e o mal, a sabedoria e a bondade do coração, o sentido cristão da vida. Sabedoria do coração é saber usar todas as coisas que temos e sobretudo o nosso coração, para amar a Deus e ao próximo.

Peçamos ao Senhor que nos dê a capacidade de deixar-nos guiar por sua vontade, por seu desejo em relação a nós, de confiar nele sobretudo quando não entendemos bem a complexidade da vida, ou quando o mal presente no mundo coloca à prova a nossa capacidade de permanecermos firmes na fé e na confiança.

 

Pe. José Raimundo Vidigal, C.Ss.R.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« DEZEMBRO 2017 »
S T Q Q S S D
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31