11/02/2018

DOMINGO VI DO TEMPO COMUM | ANO B

Feliz o homem que foi perdoado e cuja falta já foi encoberta! Feliz o homem a quem o Senhor não olha mais como sendo culpado, e em cuja alma não há falsidade!

DOMINGO VI DO TEMPO COMUM  | ANO B

11 de fevereiro – 6º Domingo do Tempo Comum 


 

1ª Leitura: Lv 13,1-2.45-46
2ª Leitura: 1Cor 10,31-11,1
Evangelho: Mc 1,40-45
 
A liturgia deste domingo nos propõe o problema da marginalização social, que ainda hoje existe no mundo. Jesus tem compaixão do leproso que veio com muita fé implorar-lhe a cura. Passa por cima da lei que proibia tocar tais pessoas: acolhe-o e tocando nele lhe restitui a saúde, o reintegra na vida social e o faz voltar a ser uma pessoa normal.
 
Nos tempos bíblicos ainda não havia os medicamentos que hoje curam tais doentes e por isso era necessário proibir-lhes o contato com outros, a fim de não se propagar a infecção.
 
Mas hoje, quantas vezes fugimos de certas pessoas como se fossem contaminadas, só porque são diferentes! Quantas vezes, até mesmo para os parentes não somos prestativos, não estamos dispostos a ajudar, para não ter de sair do nosso comodismo! Jesus nos dá o exemplo: para segui-lo devemos ser capazes de superar o egoísmo enraizado no ser humano, que nos impede de ver, de ter bons sentimentos e de agir pelo bem dos irmãos.
 
Paulo nos convida a viver nossa vida trabalhando não só para o nosso bem e o nosso interesse, mas pelo bem de todos; recorda que nós todos precisamos dos outros e que cada um tem capacidade de se doar e que a partilha é que nos ajuda a viver na serenidade e na alegria do dever cumprido. Assim estaremos agindo pelo bem de todos e poderemos ser testemunhas credíveis da fé que professamos. A única lei verdadeira é a do amor!
 
O evangelho fala do encontro de Jesus com um leproso que lhe pede a cura, acreditando em seu coração que Jesus é o Senhor e pode realizar aquela cura impossível para os outros. Jesus sente compaixão pelo sofrimento do leproso e é precisamente esse sentimento que o faz realizar o gesto que era proibido pela lei: estende a mão e toca-o. Um gesto inteiramente natural quando o coração quer mostrar uma proximidade de carinho: o amor não pode ser manifestado à distância, limitado pelo medo. Nesse gesto, Jesus manifesta sua missão e o dom que veio trazer ao mundo. Ele veio precisamente para isso: tocar-nos, fazer-nos sentir de perto a sua misericórdia, sua bondade, sua graça. Ele veio compartilhar de nossos males, nossas dores, nossas feridas.
 
Jesus tornou-se homem e vive sua missão precisamente para estar próximo de todos aqueles que mais precisam, dos mais marginalizados e mais desprezados. Assim, manifesta a sua bondade e o significado de sua missão. Ele dirá: “Os sãos não precisam de médico e sim os enfermos”.
 
O leproso é curado e é convidado a guardar segredo, porque Jesus não quer publicidade. E, no entanto, esse homem não consegue ficar calado. Proclama e divulga o milagre para todos que ele conhece. O leproso, o impuro, torna-se “apóstolo”, mostrando que todos podem se tornar anunciadores de Jesus. Não só aqueles que têm um passado limpo, uma competência singular, não apenas aqueles que são livres de erros. Se um leproso curado pode levar as boas novas, não há ninguém que - depois de ser curado por Jesus - possa ser considerado indigno de se tornar seu mensageiro!

Neste 26º Dia Mundial do Enfermo, que é também dia de Nossa Senhora de Lourdes, o Papa Francisco nos diz em sua Mensagem que “a Maria, Mãe da ternura, queremos confiar todos os doentes no corpo e no espírito, para que os sustente na esperança. A Ela pedimos também que nos ajude a ser acolhedores para com os irmãos enfermos e ampare aqueles que cuidam dos enfermos.


                                                                                                 

                                                                                                          Autor: Padre José Raimundo Vidigal, C.Ss.R.     


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« JUNHO 2018 »
S T Q Q S S D
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 1