30/06/2018

São Pedro e São Paulo – Dia do Papa

Em nossa comunidade de salvação, a Igreja, Cristo é a pedra angular, os apóstolos e seus sucessores são as sólidas colunas e os cristãos são as pedras vivas deste edifício.

São Pedro e São Paulo – Dia do Papa
Podemos sintetizar as leituras de hoje, dizendo que nos propõem três momentos de crise, três situações difíceis. A 1ª leitura narra o sofrimento da Igreja de Jerusalém pela prisão de seu chefe, Pedro. Nessa hora crítica, enfrentando a perseguição, a comunidade reza! A oração é a forma pela qual a comunidade cristã se arma na luta contra os poderes do mundo que atacam com perseguições e violência. Pela oração, a comunidade cristã se mantém ao lado de Pedro na prisão e intercede por ele, persevera na fé e não perde a coragem diante das adversidades.
 
A 2ª leitura cita as palavras de Paulo na prisão da qual não sairá vivo: “Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a fé.” Fazendo uma retrospectiva da sua vida, ele constata apenas que guardou a fé. Toda a sua existência de apóstolo, toda a vida dedicada à evangelização, à fundação e organização de comunidades cristãs consiste numa palavra: “guardei a fé”. Não quer ser recordado pelo que fez, pelo que edificou, mas nos fala do essencial, do coração da nossa vida, daquilo que nos faz viver.
 
Jesus pergunta aos discípulos a opinião do povo a seu respeito. Em seguida, chega a hora de eles mesmos manifestarem sua convicção: “E vós, quem dizeis que eu sou?” Pedro responde: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo!” Jesus é o Emanuel, Deus conosco. Ele realiza as promessas messiânicas, é o esperado das nações, Ele traz a justiça que renova a sociedade e a história.
 
Hoje é a nós que Jesus dirige essa pergunta. Devo testemunhar quem é Jesus para mim. Posso responder com palavras bonitas, mas a vida não é feita de palavras e sim de fatos. O que vale é o que se vive. Uma comunidade que vive uma fé só de fachada dominical, feita de algum rito ou procissão, e não se empenha na solidariedade recíproca, na comunhão, no perdão... está dizendo: “Jesus para nós é uma bela tradição e nada mais.” E como cristão individual, se não amo meu irmão no qual Jesus está presente, como Ele mesmo disse, então minha resposta é fraca e superficial: “Jesus para mim não é importante, não me ensina nada que vale a pena seguir.”
 
Em nossa comunidade de salvação, a Igreja, Cristo é a pedra angular, os apóstolos e seus sucessores são as sólidas colunas e os cristãos são as pedras vivas deste edifício espiritual (1Pd 2,5), chamados a tornar a Igreja sempre atuante com o dinamismo de sua fé, o impulso da sua caridade e o cumprimento da missão de evangelizar o mundo.
 
Neste dia do Papa, sucessor de São Pedro como representante de Cristo na terra, rezemos pelo Papa Francisco, pedindo para ele luzes e bênçãos.

 

 

 

 

 

 

 

Autor: José Raimundo Vidigal,C.Ss.R


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« JULHO 2018 »
S T Q Q S S D
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5