29/09/2018

26º Domingo do Tempo Comum

" Vossa palavra é verdade, orienta e dá vigor!".

26º Domingo do Tempo Comum
1ª Leitura: Nm 11,25-29
2ª Leitura: Tg 5,1-6
Evangelho: Mc 9,38-43.45.47-48
 
Deus sabe melhor do que nós como devem ser distribuídos os carismas. Ninguém deve considerar-se dono deles. Ninguém pode determinar a destinação, os espaços e a quantidade das graças do Senhor. Onde constatamos um dom de Deus, isto deve ser motivo de alegria para nós. Se isto nos desagrada, significa que estamos buscando a nós mesmos, não a glória de Deus e o serviço do próximo e da Igreja. Moisés é magnânimo, não sente estranheza se o espírito da profecia de Deus é concedido a outros. E ele sonha com um tempo em que todo o povo de Deus será profeta.
 
A riqueza muitas vezes está ligada à injustiça. Os ceifadores que trabalharam para os ricos não receberam o salário. O clamor deles foi ouvido por Deus, o qual não tardará a fazer justiça. As riquezas deste mundo, egoisticamente possuídas, fruto de injustiça e de opressão, se dissolverão e serão motivo de condenação no dia do juízo. Os bens deste mundo são necessários e todos precisamos deles e os buscamos honestamente, usando-os com coração generoso e com respeito aos direitos dos outros. As riquezas são um perigo, e se o coração não se desapega, facilmente prevalecem tornando as pessoas injustas e fechadas.
 
João pede a Jesus que impeça um certo homem de expulsar demônios porque não era do grupo que seguia Jesus. A resposta do Mestre é que quem ajuda o mundo a se libertar e a viver melhor pertence ao Reino. Você semeia amor, cura as chagas do mundo, protege a criação? Então pertence ao nosso grupo, caminha conosco. O amor é o sinal de quem pertence à comunidade de Jesus. Por isso precisamos ver, acolher, valorizar todo o bem que o Senhor suscita, venha de onde vier, e de quem vier. São os sinais do amor que devem ser vividos como expressão daquela vida nova que Jesus nos deu, como verdadeira união com Deus, na caridade e no auxílio ao próximo, sobretudo aos que passam por dificuldade.
 
Os que seguem o Evangelho autêntico, até sem o saber, pertencem a Cristo porque seguem o amor. É possível pertencer a Cristo sem ser da Igreja, pois o Reino de Deus é mais vasto que a Igreja, não coincide com nenhum grupo.
 
Jesus era o homem sem barreiras, o homem sem fronteiras, seu projeto é um só: “Vós sois todos irmãos”. Muitas vezes nos sentimos frustrados, impotentes, diante de tanta maldade que existe. O mal é forte demais. Jesus te diz: Leva teu copo d’água. Se todos levassem seu copo d’água para socorrer o próximo, um oceano de amor se estenderia cobrindo o mundo. Basta esse copo d’água para pertencer a Cristo.
 
Hoje no Brasil é o Dia da Bíblia. Dia de agradecer a Deus por Sua Palavra e de tomar a decisão de procurar conhecê-la melhor. Para ela ser luz que ilumina nossa caminhada.
Autor: Padre José Raimundo Vidigal. C.Ss.R

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« DEZEMBRO 2018 »
S T Q Q S S D
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6