02/02/2019

4º Domingo do Tempo Comum

"Anunciou a verdadeira libertação!"

4º Domingo do Tempo Comum
1ª Leitura: Jr 1,4-5.17-19
2ª Leitura: 1Cor 12,31—13,13
Evangelho: Lc 4,21-30
 
No profeta que Deus consagra e envia, encontra-se viva a força do próprio Deus. Por isso ele não desanima, nem mesmo diante das maiores dificuldades; tem a certeza de não sair derrotado, porque sabe que o Senhor o acompanha. A fé é capaz de vencer toda espécie de medo. Essa é a experiência dos apóstolos de ontem e de hoje; este é o sentimento de todos os que se sentem escolhidos para uma missão que vem de Deus. Todos estes, sacerdotes ou leigos, aos quais Deus envia para trabalhar na sua seara, sabem que Deus estará com eles com sua força, seu poder e seu amor. Ao enviar alguém em seu nome, o Senhor lhe dá também a energia e a coragem para superar todo obstáculo.
 
A comunidade dos seguidores de Cristo é um corpo onde Ele é a cabeça e eles são os membros. Há neste organismo uma grande variedade de ministérios e carismas, cada qual contribuindo para o crescimento da comunidade. O mais importante de todos não é a profecia ou o dom de curar, não é fazer milagres ou falar em línguas, e sim o amor, sem o qual nenhum talento teria valor. Pois o mandamento do amor é fundamental, faz parte da vontade expressa de Cristo, que no-lo deixou como o “seu” mandamento, e como sinal do autêntico discípulo. Neste hino ao amor, Paulo descreve a virtude que ele declara essencial na vida cristã: o amor se manifesta como paciência, gratuidade, misericórdia, humildade, mansidão, confiança.
 
Jesus se apresenta como aquele que cumpre as profecias, como o profeta definitivo. Por isso, Ele recorda os feitos dos profetas Elias e Eliseu, que socorreram em outros lugares pessoas de fé, que não encontravam em sua terra. Assim, Jesus foi expulso da sua cidade, “mas passando pelo meio deles, continuou o seu caminho” socorrendo os pobres, os doentes, as viúvas onde havia pessoas de coração sincero.
 
Os habitantes de Nazaré rejeitam Jesus porque Ele lhes pedia uma mudança radical de vida, de costumes e de mentalidade. Então encontram muitos pretextos para recusar a pregação do profeta. O mundo precisa de profetas do Evangelho. Hoje mais do que ontem. Também nós somos convidados a sermos profetas, a testemunhar com a vida e a palavra, em todas as situações da vida: na família, no trabalho, nas conversas, no serviço aos irmãos. Podemos perguntar: Será que as pessoas que me encontram recebem de mim um estímulo para o bem? E como é que eu acolho Jesus, que cada dia me convida à conversão? Meus critérios de juízo, de escolha, não entram em crise quando leio o Evangelho? É um questionamento que devo fazer com seriedade, na oração. De resto, para que serve dizer-se cristão, se tantas vezes a gente recusa o convite de Jesus à conversão? 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        Autor: Pe. José Raimundo Vidigal, C.Ss.R

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« MAIO 2019 »
S T Q Q S S D
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2