10/04/2019

I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas

Na última quarta-feira, (10), aconteceu o I Fórum sobre Fraternidade e Políticas Públicas promovido pela Pastoral Social do Santuário.

I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas I Fórum Fraternidade e Políticas Públicas

Na última quarta-feira, (10), aconteceu o I Fórum sobre Fraternidade e Políticas Públicas – tema da Campanha da Fraternidade – promovido pela Pastoral Social do Santuário.

Na ocasião, todos os presentes puderam ficar a par da proposta da Igreja frente às políticas públicas. O bispo Dom Roberto Ferreria iniciou o ciclo de palestras, apontando que as políticas públicas vêm solicitar o espaço democrático social de direito e que a fé tem que estar no espaço público, pois a fé nos ajuda a ver todos os cidadãos como pessoas, como irmãos. Afirmou também que as políticas públicas autênticas, fortes, justas, fraternas combatem a corrupção e que os cristãos precisam se engajar na luta pela igualdade e pela fraternidade.

Em seguida, o reitor do Santuário, Padre Luís Carlos de Carvalho, C.Ss.R., destacou que o tema em discussão é muito necessário à vida da sociedade, lembrando que Jesus trabalhou por uma sociedade mais justa, buscando estruturar as comunidades. Acentuou, ainda, que o Reino já está no meio de nós e que ele é construído por pessoas de boa vontade que, pelas obras de misericórdia, têm um acesso ao Cristo pelo ser humano com quem se convive e podem fomentar o que Jesus revela na Parábola do Bom Samaritano. “Para sermos bons samaritanos, precisamos estar antenados com o que acontece à nossa volta”, considerou o sacerdote.

O professor Kauê de Souza Martins apresentou, de forma exemplar, considerações sobre o texto base da Campanha da Fraternidade, destacando o lema – Serás libertado pelo direito e pela justiça – e pontuando a riqueza e profundidade das palavras do manual, que tem por objetivo a luta pela igualdade, para que “todos tenham vida e vida em abundância”.

Ao decorrer das palestras também pôde-se conhecer os trabalhos do Instituto Municipal de Trânsito e Transportes, por meio da fala de seu presidente Felipe Quintanilha, e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social, representada na pessoa do secretário Marcão.

A coordenadora da Pastoral Social, Maria da Penha Santana Ribeiro, apresentou todas as formas em que o Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se faz presente na vida dos assistidos pela pastoral.

O encerramento do evento deu-se com a abertura da palavra para a plateia, que não hesitou em expor seus questionamentos e cobranças.

A iniciativa foi um sucesso, superando as expectativas de todos os envolvidos, que já pensam no próximo, para que outros aspectos sejam abordados e discutidos, com ampla participação da igreja, que precisa estar atuando como cooperadora da gestão das políticas públicas, estando ao lado dos que necessitam de amparo. É preciso, como indica o manual da Campanha da Fraternidade, perceber a importância da participação integral na elaboração, execução e avaliação das políticas públicas para ver, julgar, agir; perceber o que está dentro da proposta cristã e o que destoa.

Pastoral da Comunicação do Santuário


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« JUNHO 2019 »
S T Q Q S S D
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30