11/05/2019

4º Domingo da Páscoa

A Igreja nos convida hoje a rezar pelas Vocações, a pedir por aqueles que são chamados a viver em nossos dias a missão do Bom Pastor.

4º Domingo da Páscoa
Domingo do Bom Pastor e Dia das Mães

 

1ª Leitura: At 13,14.43-52
2ª Leitura: Ap 7,9.14b-17
Evangelho: Jo 10,27-30
 
Paulo e Barnabé percebem como a Palavra de Deus é aceita por uns e rejeitada por outros. Na sinagoga de Antioquia anunciam diante dos judeus o Messias Jesus como o ponto culminante da história da salvação e convidam todos à conversão. No sábado seguinte, quase toda a cidade se reuniu para ouvir a Palavra de Deus. Os judeus ficaram cheios de inveja, ao verem que muitos pagãos se convertiam ao ouvir os Apóstolos. E conseguiram com pessoas notáveis da cidade a expulsão daqueles pregadores. Foi então que os Apóstolos tomaram a firme decisão de se voltar para o mundo dos pagãos, sedentos de conhecer o Salvador Jesus. Ser cristão e discípulo do Senhor deve ser nossa alegria, pois é uma graça pela qual devemos agradecer a Deus e nela perseverar.
 
O Apocalipse nos descreve a visão do novo Israel, constituído de uma multidão imensa, não mais unicamente de descendentes de Abraão, mas de membros de todas as nações, tribos, povos e línguas. A condição necessária para pertencer a esse novo povo é abraçar a cruz de Jesus e aceitar o sofrimento, que é sua consequência. Aos que conseguem superar a prova, é dada uma veste branca e a palma da vitória. Suas vestes foram lavadas e alvejadas no sangue do Cordeiro. O mesmo Cordeiro é o Pastor que os guia às fontes da água viva, que são os sacramentos. É Deus que reúne seu rebanho, disperso pelas perseguições, para fazê-lo participar de uma festa sem fim. Deus não nos dispensa da prova, mas nos salva, fazendo-nos vencedores.
 
Jesus faz três afirmações que exprimem a identidade das ovelhas e suas características em relação a ele: escutam sua voz, O seguem e jamais se perderão. A qualidade fundamental de quem está aberto à fé é antes de tudo a escuta: “Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, possui a vida eterna”. Quem escuta o Mestre tem a vida e se torna seu confidente. E por sua vez é conhecido por Ele com uma união pessoal e profunda que se concretiza no amor. Mas a escuta implica seguir Jesus, é ação e compromisso. Quem confia em Jesus, “que tem palavras de vida eterna”, goza dos bens messiânicos e dá frutos de vida que permanecem.
 
Além disso, quem O segue, será guardado por Ele, e nenhum ladrão poderá arrebatá-lo e nenhuma provação ou perseguição o vencerá, porque Jesus, consciente da sua missão, o guarda e o preserva dos perigos na segurança e na paz.
 
O resultado do sacrifício de Jesus é muitas vezes expresso por Ele com as palavras originais: “vida eterna”. Sem esperar o resultado do último juízo, no fim do qual “os justos irão para a vida eterna”, o evangelista João antecipa aquele bem imenso para o tempo que estamos vivendo. Com efeito, diz que quem crê no Filho “tem a vida eterna”, podendo alimentar-se já da “comida que dura para a vida eterna”, que Ele define admiravelmente na última ceia, rezando ao Pai: “Esta é a vida eterna, que Te conheçam, único Deus verdadeiro, e Aquele que enviaste, Jesus Cristo”. A Páscoa, com a paixão e morte que a antecedem, é a fonte inexaurível dessa vida que o Bom Pastor assegura a todos os que creem nele.
 
A Igreja nos convida hoje a rezar pelas Vocações, a pedir por aqueles que são chamados a viver em nossos dias a missão do Bom Pastor. E dentro deste mês de Maria, celebramos hoje o Dia das Mães. Que a Mãe de Deus abençoe e proteja nossas mães, sendo para elas um exemplo vivo de fé e de amor. 


                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                Autor: Pe. José Raimundo Vidigal, C.Ss.R

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« AGOSTO 2019 »
S T Q Q S S D
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1