15/06/2019

Santíssima Trindade

Professar a fé na Santíssima Trindade quer dizer aceitar o amor do Pai, viver por meio da graça do Filho e abrir-se ao dom do Espírito Santo.

 Santíssima Trindade

1ª Leitura: Pr 8,22-31

2ª Leitura: Rm 5,1-5
Evangelho: Jo 16,12-15
 
A revelação do Deus Trindade é admiravelmente preparada pela figura da Sabedoria que nos fala de sua origem eterna, sua preexistência antes das criaturas e nos expõe sua atividade na criação e na organização do universo. Em cada uma dessas obras a Sabedoria está presente junto a Deus, como arquiteta que se compraz em suas obras, porque a ordem e a beleza do universo são atribuídas à Sabedoria divina.
 
Deus cria segundo o modelo da sua Sabedoria, que habita desde a eternidade junto dele, tendo sido gerada antes de todo outro ser. Essa Sabedoria se alegra em estar com os filhos dos homens, porque são os únicos seres corpóreos capazes de inteligência; por isso ela se torna nossa conselheira moral. São João verá no Verbo de Deus, feito homem, Jesus Cristo, esta Sabedoria que se identifica com o Filho único do Pai, no qual tudo foi criado e que pôs sua morada no meio de nós.
 
A Carta aos Romanos nos fala do amor de Deus derramado em nossos corações pelo Espírito Santo e nos faz o convite a reconhecer nossa limitação, porque os fundamentos de nossa vida de cristãos não derivam de nossas capacidades humanas, mas sim do amor de Deus. Foi por meio de seu Filho Jesus que Deus nos justificou.
 
O estado presente de justificação, em que nos encontramos, é iluminado pelo amor de Deus por nós, um amor sempre fiel. Assim, não podemos deixar de esperar, mesmo se a vida quer nos inclinar a não sermos otimistas. Resistimos às angústias e incertezas porque temos um Pai que nos ama.
 
Hoje louvamos a Deus, não por um mistério particular, mas por Ele mesmo, pela sua imensa glória. Nós o louvamos e lhe agradecemos porque Deus é Amor, e porque nos chama a entrar no abraço da sua comunhão, que é vida verdadeira, vida eterna já neste mundo. Recordamos isto cada vez que fazemos o sinal da cruz e invocamos as Três Pessoas divinas pelo seu Nome.
 
Jesus nos revela a vida íntima de Deus: Ele é Único, mas em três Pessoas. “E proclamando que sois o Deus eterno e verdadeiro, adoramos a Trindade das Pessoas”. O Pai tanto amou o mundo, que deu o seu Filho Único para salvá-lo e mandou o Espírito Santo para guiá-lo à plenitude da verdade.
 
Vemos na Bíblia a manifestação da Trindade no desenrolar concreto do plano da salvação. Através da unidade do desígnio nessa história, é-nos mostrada a unidade de vontade e de natureza em Deus; e através dos diversos tempos e das diversas operações de tal história, é-nos revelada a distinção das Pessoas em Deus. Assim, a criação é obra referida particularmente ao Pai; a Redenção é atribuída especialmente ao Filho; depois, na vida da Igreja revela-se a presença especial do Espírito santificador.
 
Professar a fé na Santíssima Trindade quer dizer aceitar o amor do Pai, viver por meio da graça do Filho e abrir-se ao dom do Espírito Santo: crer que o Pai e o Filho vêm a nós através do Espírito e em nós habitam; acreditar que o cristão é templo vivo de Deus no mundo; viver na terra mas ao mesmo tempo em Deus, caminhar com Deus e para Deus. Quero ser pessoa autêntica? Então devo viver em comunhão com todos os outros. E a vida de comunhão com os outros é verdadeira se ajuda cada um (a) ser plenamente ele mesmo, ela mesma. Isto se realiza na família, na Igreja, na sociedade.
 
                                                                                                                                                                                                                             
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        Autor: Pe. José Raimundo Vidigal, C.Ss.R

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« JULHO 2019 »
S T Q Q S S D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4