Ministro Extraordinário da Distribuição da Sagrada Comunhão - MEDSC


1. Identidade

O Ministro Extraordinário da Distribuição da Sagrada Comunhão exerce um ministério.

É um servidor e deverá conscientizar-se de que o ministério é estar a serviço de Jesus numa comunidade, isto é, uma intimidade de pura espiritualidade, tornando essa comunidade mais cristã, mais missionária e ativa a caminho da salvação.

Para isso o Ministro extraordinário da comunhão eucarística deve buscar conhecer melhor sua fé e o espírito de vivência comunitária e seja um promovedor e transformador da fraternidade. Portanto todos os ministérios devem ser exercidos em um espírito de serviço fraterno e dedicação à Igreja, em nome do Senhor. Pode-se dizer que esta comunhão só acontece com a convicta consciência “do estar a serviço para quem”. Serviço este que dignifica aquele que já é digno para levar a partilha desta dignidade ao outro, ao irmão.

A presença do Ministro Extraordinário da Comunhão Eucarística é um sinal da sensibilidade ao apelo à colaboração fraterna e ao serviço na Igreja que se faz comunhão com Deus, os Ministros Ordenados (Padre, diáconos e religiosos), Ministros não Ordenados, a comunidade e a fé. Todo o ministério tem uma característica comunitária, divina e humana: “A cada um Deus confere dons para que possa colocá-los a serviço da comunidade”, na dimensão divina, Deus fortalece aquele que se dispõe a pratica de Sua vontade e na dimensão humano a pessoa é fortalecida pela graça da aceitação ao chamado e se colocar ao serviço.

2. Espiritualidade

Cada Ministro, por ser perante o mundo, testemunho da ressurreição e da vida do Senhor Jesus, e sinal do Deus vivo, deve aprimorar-se na oração, praticar a penitência, conhecer os documentos da Igreja e viver a doutrina cristã. O aprimoramento espiritual dos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão consiste no aprofundamento, escuta e vivência da Palavra. O Ministro se dispõe a caminhar em nome de Jesus e da comunidade até o irmão e leva-lhe o Pão da Vida! É responsabilidade da comunidade dar atenção primeira aos mais necessitado fazendo chegar até eles a força do Pão Vivo, a Eucaristia.

Através dos Sacramentos a vida do homem, sua experiência passam a ter novo sentido! A vida nos reserva momentos e situações que sem a iluminação da fé, não conseguimos compreender. Sem a força do Pão Vivo da Eucaristia, temos dificuldades em aceita-los e, sem a certeza de que em Cristo todo o sofrimento e morte tornam-se nova vida e libertação, não conseguimos caminhar. Por isso, iluminados pela fé e fortalecidos pelo Pão da Eucaristia, seguimos com coragem o caminho de Cristo.

A Espiritualidade do ministro seja essencialmente leiga, com consciência suficientemente esclarecida sobre a sua condição laical. Sendo então o Ministro um servidor, que se doa e que empresta seus pés e se dispõe a caminhar para a comunidade, até aquele que busca a Jesus, fazendo chegar até ele a força do Pão Vivo, a Eucaristia, com a responsabilidade de dar atenção e ser a presença viva do próprio Jesus.

É também essencial que a teologia do sacerdócio comum dos fiéis esteja à base da espiritualidade, redescobrindo todas as dimensões dos sacramentos da iniciação cristã e que toda a formação espiritual seja adequada a todas as áreas da personalidade, que não seja artificial, fugindo às realidades temporais e que dê a sua atividade e à sua presença um sentido de fé, de esperança e de caridade cristã, que a desenvolvimento do serviço o leve a descobrir e a apresentar aos outros a presença de Deus nas realidades temporais, que o leve sempre a renovar a identidade Cristã no mundo, que tenha uma espiritualidade de sal, luz e fermento, que seja um Ministro de ação, de oração e dos sacramentos, que mantenha contato com a Palavra de Deus, a intimidade com Cristo na Eucaristia, na celebração dos Sacramentos e na prática da oração individual e comunitária.

3. Missão

O Ministério Extraordinário da Sagrada Comunhão tem por objetivo suprir uma necessidade da igreja, atribuindo ao ministro extraordinário o desempenho das seguintes atividades:

A – Ministrar a Sagrada Comunhão aos fiéis, quando necessário, durante a Santa Missa.
B - Levar a Santa Eucaristia aos hospitais, residências, asilos e onde a caridade cristã exigir a sua presença, tendo sempre em vista as seguintes considerações:
1 - Estabelecer contato com os familiares.
2 - Proporcionar aos doentes e seus familiares o conforto cristão.
3 - Preparar o doente para a recepção dos Sacramentos da confissão e da Unção dos Enfermos.
4 - Procurar despertar o interesse de todos os membros da família do assistido para que participem da celebração.
5 - Atender também aos idosos, mesmo não sendo doentes.
C – Irradiar sempre que oportuno, a mensagem da Palavra de Deus por ocasião das visitas, ou no ambiente comunitário, de forma evangelizadora.
D – Celebrar as exéquias e aproveitar o tempo de velório para uma adequada celebração dando um sentido cristão à morte.
E - Formar a comunidade cristã através da Palavra de Deus, despertar-lhe a fé e prepará-la para celebração eucarística.
F - Expor e repor o Santíssimo Sacramento, quando necessário
G - Zelar pela dignidade do culto eucarístico e de tudo que lhe diz respeito.


Oração do Ministro da Eucaristia

"Senhor: A Igreja me confiou O Ministério Extraordinário da Sagrada Comunhão.

Constituiu-me servidor da comunidade, em Assembleia Litúrgica, que compartilha a mesa fraternal da Comunhão, na consolação dos enfermos, anciãos e impedidos para que se fortaleçam com o Pão da Vida.

Eu sei, Senhor, que é, em primeiro lugar, um serviço.

Por isso, Senhor, consagro-te meus lábios que te anunciam, minhas mãos que te entregam; consagro-te meu ser, meu corpo e meu coração para ser tua testemunha leal.

Não quero, Senhor, Que minha vida seja um obstáculo entre meus irmãos e teu mistério.

Quero ser uma ponte, quero ser como duas mãos estendidas...

Peço tua ajuda, de modo que eu seja um cristão de verdade, um cristão ansioso de tua Palavra, uma pessoa de oração e de reflexão, um contemplativo de teus mistérios; um celebrante feliz de teus Sacramentos e um servidor humilde de todos os meus irmãos.

Que quando eu disser:

'O Corpo de Cristo', eu desapareça e se veja teu rosto". Amém.

Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« NOVEMBRO 2017 »
S T Q Q S S D
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 1 2 3